Home / Sexo & Cultura / A Primeira Vez (Por Nina G)
Nina G - A Primeira Vez (Por Nina G)

Sexo em Tempo de App Zap, com Nina G


O blog Vem Transar apresenta Nina G e sua coluna Sexo em Tempo de App Zap, onde faz confissões tórridas que vão te surpreender!

A Primeira Vez (Por Nina G)

Uma semana depois de ficar solteira, baixei um app gringo que me colocou em contato com jovens gringos gatos do mundo todo e que ainda por cima me achavam tãaaaao sexy. Alguém tem noção do quão surreal parecia aquilo para alguém como eu, que tinha se casado numa era pré-celular/pré-internet?

E foi assim que conheci esse cara… que me virou a cabeça completamente.

E ele insistiu tanto… Queria muito me ver, assim, em detalhes…

Coloquei minha maior calcinha box, não por pudor, mas para esconder a barriga! Sutiã de nadadora combinando… Me posicionei em frente ao espelho… e cliquei.

E enviei minha primeira foto ousada pelo whatsapp!

“Wow, you are so beautiful”

(Se eu estivesse escrevendo no whatsapp, colocaria aqui aquela carinha de susto, com as mãos segurando as bochechas.)

Daí fui fazendo outras. Tirei o sutiã. Tirei a calcinha…

“Mostra isso”, “Mostra aquilo”, “Agora abre”… e eu obedecia. Queria agradar. Queria ouvir elogios e me sentir gostosa. Queria receber a atenção daquele cara.

Um dia eu estava vestindo um short jeans desbotado, com um botão bonito, brilhante. A calcinha era pink, rendada em cima. Minhas unhas estavam curtas e pintadas de vermelho. Minha pele, bem branca, como sempre. Abri o botão do short, abaixei um pouco, deixei aparecer a calcinha, que também abaixei. Deixei aparecerem meus pêlos. Sentei e pousei uma mão sobre a coxa, acompanhando a curva da virilha. Os pêlos, o short, o botão, a calcinha, minha mão e as unhas vermelhas formavam uma bela composição.

A outra mão segurava o celular. Cliquei. Enviei.

“Felt like sharing” – quis compartilhar…

Aquilo me excitou horrores!!

Ele estava trabalhando. Demorou a visualizar. A expectativa me consumiu absurdamente. Perdi a fome. Vigiei o tracinho do whatsapp – que mais tarde se converteu em dois, que um tempo depois ficaram azuis –, como se disso dependesse o futuro do planeta Terra. Foram hoooooras de ansiedade.

“Oh my god!” – Ele finalmente viu. Ficou surpreso. Ficou sem palavras. Ficou com um tesão enorme.

Porque tinha sido inesperado e espontâneo. Porque a imagem, de fato, era muito sexy. Porque fazer e enviar essa foto me fez sentir poderosa e ele notou.

Era um final de tarde de verão. Crianças de férias. Tive que sair de casa e pegar um ar. Caminhei até a padaria. Mandei um áudio. Ele respondeu. Dirty talking, com algo a mais. Fiquei completamente molhada.

“I miss you so much” – sinto sua falta…

Eu também…

Era a primeira vez que aquilo me acontecia. Uma atração absurda. Uma necessidade visceral de estar com alguém que eu nunca tinha visto.

Seu cheiro, seu toque, seu gosto, eu só imaginava. Mas a dor daquela falta eu sentia de verdade.

Estávamos totalmente conectados.

Foi a primeira vez de muitas. Foi o primeiro cara de muitos.

Um mundo de possibilidades se abriu pra mim naquela tarde.

Um mundo novo, estranho e excitante.

10/02/17

Nina G

Nina tem 40 e poucos anos e é separada. Atualmente dedica boa parte do seu tempo a se divertir, acumular novas experiências e escrever sobre isso.

Sobre Nina G

Nina G
Nina tem 40 e poucos anos e é separada. Atualmente dedica boa parte do seu tempo a se divertir, acumular novas experiências e escrever sobre isso.

Check Also

sax2 - Sobre caras que tocam instrumentos...

Sobre caras que tocam instrumentos…

Cena 1: Churrasco de turma da escola. Pessoas que não se veem há 30 anos. …

8 comentários

  1. Maria Aparecida Bacalhau

    Nina‼️Vc tinha duvidas de se que eu iria ou náo me identificar com suas cronicas aqui??? Ledo engano, querida….Essa su historia eh a minha….Aconteceu exatamente igual comigo….Caramba…vc fala com a minha voz…Cada vez que leio eh como se eu eativesse escrwvendo minhas historia desse mundo louco virtual…Parabéns e um beijo mto especial

    • Nina G

      Menina, só estou vendo esses comentários agora, não tinham aparecido pra mim… Mais uma vez, super, super obrigada! Beijos!

      • maria aparecida bacalhau

        Ai, Nina…Ontem não resisti e acabei compartilhando via whatsapp essa cronica com o cara que me deixou e ainda me deixa completamente louca … Disse a ele que me empolguei e enviei a ele, porque me identifiquei e ao ler me lembrei imediatamente da gente, pq vivemos essa historia… Que coisa louca Nina, fiquei ansiosa tb pq qdo mandei ele já havia saido do whatsapp e só foi me responder pela manhã… Mas pra variar ele me respondeu com duas carinhas… o que n me surpreendeu, pois ele eh assim…mas confesso q esperava um cometário com palavras de vdd, afinal era a nossa historia. Me decepcionei e me arrependi de ter enviado…Aaaaaiii como odeio respostas somente ilustradas com
        carinhas…

  2. É engraçado como alguns momentos de nossa vida podem se conectarem de tal maneira que nos vemos no mesmo lugar com sentimentos e emoções de prazeres exatos! Me separei quando tinha 30 anos e na época era MSN , acredito que fiquei uns 2anos desfrutando desta hipnose me sentindo tão liberto que acredito que com a chegada do skype rsrs acabei acordando e mudando a forma de sentir momentos e satisfazer meus prazeres sexuais. Abraços,
    Dalton

    • Nina G

      Oi Dalton! Acho que não importa o instrumento, cada época teve e vai ter o seu, mas a sensação de liberdade é sempre muito boa, né? Obrigada pelo seu comentário! Beijos

  3. cdbaixinha@gmail.com

    Tenho um segredo que quero revelar por aqui
    Ninguém imagina que uso roupas femininas e enfio consolos no meu cu quando estou só no meu consultório.
    Curto mulher ativa que me enraba usando vibrador preso na cintura me fazendo gemer sentindo a vara entrar no cuzinho.
    cdbaixinha@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: