Home / Saúde / Anatomia do Sexo / Ponto G, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver!
quimicadosexo - Ponto G, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver!

Ponto G, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver!

Há alguns anos atrás saiu uma matéria no Globo dizendo que o Ponto G não existia mais, eu foi bombardeada por mensagens, e-mails e twittes, uma loucura. Como pesquisadora fanática que sou, antes de dar minha opinião a respeito, corri para ler o estudo na fonte, The Journal of Sexual Medicine. Desculpa mas não vai ser um artigo de um jornal que vai me convencer de que um ponto anatômico, físico, simplesmente desapareceu! Afinal, o ponto G se trata de um tecido esponjoso em volta da uretra, como assim sumiu???
Bom, vamos por partes. O estudo foi feito com gêmeas idênticas e não idênticas através de um questionário. Foram 1804 mulheres, entre 23 e 83 anos. Primeira desconfiança… O ponto G não é um ponto fácil de encontrar sem as informações corretas, precisa de toda uma técnica para ser estimulado, o que não quer dizer que essa dificuldade será eterna, é apenas uma dificuldade inicial. Tudo bem, voltando ao estudo, ele diz que 56% das gêmeas afirmam ter o ponto G. Bom, se eu fizer o mesmo estudo com minhas alunas (antes do curso é claro rs) acho que a porcentagem seria beeeem menor. Ou seja, para mim, 56% é um numero muito otimista, especialmente em se tratando do ponto G!

A ferreamenta da pesquisa foi apenas um questionário, não houve nenhuma instrução de com a mulher pudesse procurá-lo, estimula-lo etc. Seria bem mais lógico instruí-la a como achá-lo e só depois dar seu depoimento. A ignorância em relação à sexualidade feminina não se limita apenas aos homens, tem muita mulher que não tem idéia onde fica o clitóris, ponto G, e etc.
Nas gêmeas idênticas, a resposta em geral foi parecida, mas no caso de gêmeas não idênticas, as que responderam que sentiram prazer no ponto G um número menor de irmãs estava de acordo. Mais uma confirmação de que irmãs ou não irmãs, cada mulher é diferente. Cada mulher tem sensibilidades diferentes, fantasias e desejos diferentes.
Gente, pelo amor de Deus! Partindo do princípio que mais de 80% das mulheres só alcançam o orgasmo via clitóris, não que não possam vir a ter um via penetração, esse estudo já desbanca isso… Se 56% tem prazer no ponto G, significa que há prazer na penetração, então é provável a chegada ao orgasmo através dele!
Ao ler esse resultado, eu, como Sexpert, me animo com o Ponto G! Não ao contrario! Alias, o fato de ter sido com gêmeas, idênticas e não idênticas, confirma que o ambiente no qual você é criada, as influencias que você vive ao longo da vida marca cada pessoa de forma diferente, independente do seu DNA. Mais uma característica da vida sexual da mulher, por ela ser muito mental, ela também é bem mais complexa, sexualmente falando.

OK, o resultado do estudo foi visto como algo positivo no sentido da mulher não se sentir inadequada, se não sente prazer no ponto G. Não quero que ninguém se sinta inadequado, até por que não é toda mulher que tem essa sensibilidade no Ponto G, eis a razão de tanta polemica. Algumas só sentem com a penetração, outras só com estimulo manual ou de um vibrador. Mas o ponto G é só mais um ponto, onde pode haver sensibilidade ou não, porém, essa sensibilidade pode surgir a partir do momento que você procura desenvolve-la. O ponto G pode provocar um prazer incrível, ou ser um ponto tão sensível que provoca uma sensação de incomodo em vez de prazer. A questão é não ficar tão obsessivo com um só ponto, o canal vaginal tem varias terminações nervosas, especialmente na sua primeira matede, experimente diferentes inclinações que certamente você encontrara outros ponto! Sejam eles A, C ou D, cada um tem seus pontos mais sensíveis e o mais legal é que são inesgotáveis, você ode achar um alfabeto inteiro!

De nenhuma forma vejo esse estudo como confirmação da inexistência do ponto G. Para mim o fato de irmãs gêmeas não idênticas discordarem da existência dele, só confirma aquilo que venho explicando, não o contrario!

Então, pessoal, pode continuar a procura e aproveita para se divertir!!! Encarem como uma caça ao tesouro, algum ouro você vai encontrar no fim dessa aventura, não tenha dúvida! Só precisa de empenho, vontade e muito tesão!

09/09/16

Tatiana Presser

Psicóloga & Sexpert

Sobre Tatiana Presser

Tatiana Presser
Psicóloga & Sexpert

Check Also

cama mulher medo susto surpresa - Não nasci uma Sexpert!

Não nasci uma Sexpert!

Na minha adolescência as sex shops ainda não eram popula­res. Só existiam aquelas lojas obscuras …

2 comentários

  1. Tatiana, ando buscando muitas informações na internet sobre o prazer feminino e uma vez vi que existem mais de um ponto erógeno na área genital: Clitóris, Ponto G, Ponto U. Queria saber se você poderia me indicar leituras ou pesquisas para eu me informar mais a respeito.

    • Tatiana Presser

      Oi Lara, temos o ponto A tb, que fica atras do ponto G. Esses são os “constatados” porque eu acredito que devem existir muito mais! literatura sobre o assunto é muito difícil, mas não posso deixar de indicar meu livro Vem Transar Comigo editora Rocco (esta em todas as livrarias), eu falo sobre todas esses pontos e muito muito mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: