Home / Sexo & Cultura / Os Beijos (por Nina G)
Nina G - Os Beijos (por Nina G)

Sexo em Tempo de App Zap, com Nina G


O blog Vem Transar apresenta Nina G e sua coluna Sexo em Tempo de App Zap, onde faz confissões tórridas que vão te surpreender!

Os Beijos (por Nina G)

“Pareço calma mas queimo por dentro.”

 

Essa é uma frase que tenho repetido bastante ultimamente. Mas nem sempre fui assim. Esse ardor todo começou a vir à tona um dia depois que eu me separei (literalmente um dia, hahaha), e foi se instalando aos poucos até que se tornou peça chave na descrição de quem eu sou agora…

De lá pra cá, posso dizer que passei um dos anos mais loucos da minha vida, e são essas histórias que vou contar por aqui, toda terça e quinta.

Histórias de como tenho me divertido sem culpas; de caras com quem me envolvo absurdamente sem nunca nem conhecer ao vivo; de tantas mensagens que são trocadas – algumas muito engraçadas, outras totalmente indecentes… – e, em bom português, de muita putaria!

Algumas fazem rir, outras refletir. Muitas – dizem –, são bem excitantes 😉

Mas vamos ao começo:

Fazia mais ou menos dois meses que eu estava solteira – e sem transar –, depois de passar mais de 20 anos exclusivamente com a mesma pessoa.

Comecei a usar um app desses de encontros, mas sinceramente ainda me sentia um peixe fora d’água.

Primeiro crush interessante: um cara super boa pinta de 30 e poucos anos. Eu ainda não sabia, mas era o pegador universal do bairro. De 18 a 50 anos, ele traça. Seu QG fica a apenas duas quadras da minha casa.

“O que vc procura por aqui?”

Naquela época eu também ainda não sabia que só tinha uma resposta possível pra essa pergunta, e foi na sorte que eu acertei:

“Me divertir”

(Me divertir = QUERO DAR)

É a senha que abre um portal para a fase dois que, se tudo correr bem, costuma ser bem rápida:

“Hoje?”
“Sim”
“Na sua casa ou na minha?”
“Na sua”

E passamos pra fase três.

Perdi a fome.
Passei mal.
Corri pro shopping:
Comprei roupa nova, calcinha e sutiã.
Me arrumei e fiquei pronta uma hora antes do que deveria.
Quase desisti cinco vezes…
E, finalmente, fui a pé pra casa dele.

Eu estava muuuuito nervosa! Queria uma bebida, mas ele disse que não tinha.

“Vamos fumar um. Tenho skunk. É bom pra beijar.”

Dei dois tapinhas no baseado e nos beijamos avidamente. Ele tinha razão, deu uma onda maravilhosa.

Mas durou pouco… infelizmente ele não era o tipo de cara que mistura beijos e sexo…

O que veio então foi um desfile frenético de posições que terminou um tempinho depois, quando ele gozou.

Parecia que fazia aquilo mecanicamente, como talvez tudo o mais na sua vida: acordar-malhar-trabalhar-comprar-postar-comer-trepar-dormir.

Ele era um fast food do sexo. Me ofereceu um super combo com direito a sanduíche, milkshake e batata grande, mas nada tinha muito gosto. Não tinha essência e não dava prazer. Era de plástico.

Um outro cara com quem saí alguns meses depois me disse que não importava o tempo que se passasse junto, mas sim a qualidade e a intensidade do carinho e da energia trocados. Belas palavras, traduzem bem o que eu penso. Casual sim, por que não? Mas tem que ser real.

Ter a possibilidade de passar por essa experiência agora, muito depois dos 20, é maravilhoso!
Precisa de muita segurança para achar a transa uma merda e não se sentir culpada por isso.
E precisa maturidade para, quando a amiga perguntar:
“Me conta como foi!! Do que você mais gostou?”
Você responder, sem medo de que ela te ache uma palerma:
“Gostei dos beijos”

 

09/02/17

Nina G

Nina tem 40 e poucos anos e é separada. Atualmente dedica boa parte do seu tempo a se divertir, acumular novas experiências e escrever sobre isso.

Sobre Nina G

Nina G
Nina tem 40 e poucos anos e é separada. Atualmente dedica boa parte do seu tempo a se divertir, acumular novas experiências e escrever sobre isso.

Check Also

Pizza Contos eróticos por Nina G - CONTOS ERÓTICOS: A Pizza

CONTOS ERÓTICOS: A Pizza

Contos Eróticos – A Pizza Sentamos numa mesa na calçada. Pedimos pizza e cerveja. Minha …

2 comentários

  1. Bravo! Me gustó el post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: