Comente

COLUNISTA CONVIDADA

É HORA DE REINVENTAR

CASAL IDOSO 300x200 - COLUNISTA CONVIDADA

Sexo hoje é qualidade de vida, pessoas com mais de 50 anos podem desfrutar desta prática prazerosamente. Lembrando que a atividade sexual do idoso não é como a de sua juventude, mas isto não significa que NÃO possua uma vida sexual ativa, pelo contrário, ter relações sexuais é extremamente necessário e importante para o equilíbrio endócrino e manutenção da saúde física e psíquica. Nesta etapa da vida a prática sexual tem algumas limitações, mas continua a oferecer prazeres e sensações de bem-estar.

Existe uma crença limitante de que relações sexuais ocorrem apenas entre pessoas jovens, entretanto, muitos idosos continuam a desfrutar da sexualidade, pois sexo é vida, é energia libidinal-vital, então sexo é para todos, por isso não tem idade e nem prazo de validade. É comum que nessa fase, a frequência sexual seja menor, mas devemos considerar que a noção de sexo para eles é mais ampla, a comunicação entre o casal é um fator chave para alcançar uma vida sexual satisfatória, e para isso o primeiro passo é reconhecer que o “sexo” não significa apenas o coito ou a penetração, mas possui um sentido mais amplo, incluindo o conforto, a intimidade, a segurança, etc. O importante para o casal nessa idade é saber que problemas relacionados à sexualidade são fisiológicos e solucionáveis, dão lugar a outras formas de amar, reinventam!

Na mulher, devido à baixa produção de estrogênio, ocorre ressecamento vaginal que interferem no desempenho sexual.  A sugestão é usar Hidratante ou lubrificante vaginal, que vai revitalizar a lubrificação natural feminina, eliminando a sensação de dor e desconforto, retornando o prazer do sexo. Já no homem, o problema físico é a disfunção erétil, a queixa comum é a perda gradativa de ereção. Ao perceber esta irregularidade, o seu apetite sexual diminui e surgem problemas comportamentais. Nesse caso é recomendável usar um gel excitante masculino para potencializar a virilidade e o desempenho sexual

A dica é procurar um especialista: urologista, ginecologista, fisioterapeuta pélvica ou terapeuta sexual.

É importante o casal usufruir dos benefícios que o sexo tem a proporcionar. O esforço físico concebido pelo sexo libera o hormônio da endorfina, responsável pela sensação de prazer e bem-estar, diminuindo o hormônio cortisol, presente no estresse e causador de muitas doenças, além de ajudar no controle da pressão arterial, elevar a autoestima. Possui benefícios psicológicos, pois controla a ansiedade e diminui o risco de doenças, como o mal de Alzheimer e a esquizofrenia.

Dicas para reascender o fogo do prazer:

– Beijos e carícias aumentam o seu poder de sedução.

– Experimente novas formas de amar.

– Descubra os desejos do seu amor.

– Procure alimentos saudáveis e naturais.

– Pratique exercícios físicos para ter disposição.

Lembre-se: sexo é qualidade de vida, seja qual for sua idade!

06/01/2018

Cris Silva

Graduanda em Psicologia, Empresária e lojista. Master Coach de Relacionamento, ministra Palestra de Empoderamento feminino. Consultora em saúde, Educadora Sexual e Apresentadora de TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Você pode usar tags e atributos do HTML.

O E-mail é opcional.