Comente

Sem fazer a egípcia: senta que lá vem história…

unnamed 300x169 - Sem fazer a egípcia: senta que lá vem história...Sexualidade e sensualidade estão presentes em praticamente toda a cultura cialis prix egípcia. Na poesia e na arte havia uma sensação de celebração dos corpos, especialmente o feminino. Acreditava-se que a sexualidade e a espiritualidade caminhavam juntas, de modo que o rumo para a vida eterna poderia ser encontrado tanto nos templos como na cama.

Não existiam grandes proibições, a não ser o adultério — este sim era castigado de forma feroz, pois a manutenção do núcleo familiar era muito importante. Sem filhos não haveria continuidade do nome ou da memória.

Entretanto, mesmo que a família fosse importante, isso não significava que as mulheres tinham filhos um atrás do outro. Os contraceptivos eram criativos: esponjas feitas de frutas exóticas e ervas, mel, duchas de leite azedo e até fezes de crocodilo.

O maior recurso para entender a sexualidade egípcia está dentro das pirâmides, onde milhares de desenhos contam a história do erotismo da época.

A crença é de que os egípcios encontraram uma forma harmoniosa de equilibrar as inquietudes do desejo sexual e do amor romântico!

 

Tatiana Presser

Psicóloga & Sexpert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

* Você pode usar tags e atributos do HTML.

O E-mail é opcional.